Woods e jogadores de golfe defendem esporte na Olimpíada de 2016

O número um do mundo Tiger Woods é um dos 18 dos principais jogadores de golfe a apoiar a proposta da Federação Internacional de Golfe (IGF, na sigla em inglês) para incluir o esporte nos Jogos Olímpicos de 2016.

REUTERS

14 de abril de 2009 | 16h08

Woods escreveu pessoalmente e enviou um relatório de 32 páginas reforçando a proposta para o representante norte-americano no Comitê Olímpico Internacional (COI).

O comitê olímpico da IGF, que representa as principais organizações de golfe, espera obter uma das duas vagas para novos esportes disponíveis para os Jogos de 2016 após ter perdido para os Jogos de 2012.

O golfe enfrenta competição do beisebol, caratê, patinação, rúgbi de sete, softbol e squash. A votação final do COI será feita em outubro quando a cidade-sede também será escolhida. Chicago, Madri, Rio de Janeiro e Tóquio concorrem pelo direito de receber os Jogos.

(Reportagem de Martyn Herman)

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPGOLFETIGER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.