Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

X-Games: brasileiro chega confiante

Pela primeira vez um dos maiores skatistas do mundo, o brasileiro Bob Burnquirt, desembarcou nesta quarta-feira no Rio com chances de conquistar uma medalha na terceira edição latino-americana dos X-Games, que será disputada na Praia do Leme de sexta-feira a domingo. No primeiro ano da competição ele apenas se exibiu e em 2003 estava contundido.Oito vezes medalhista no X-Games e campeão do circuito mundial de skate em 2000, Bob não comentou seu favoritismo no skate vertical, sua especialidade. Frisou que seu único objetivo será o de se divertir na disputa carioca."Não gosto de falar quais são minha expectativas, porque o que quero é me divertir andando de skate", disse Burnquirt. "Sei que pela primeira vez tenho chance de ganhar mas o importante é me sentir bem na apresentação, principalmente por estar no Rio, onde nasci." Burnquirt ainda contou que sua vontade para competir no Rio o fez desistir na semana passada de uma disputa no Canadá. Durante um treino para o evento canadense ele bateu com o joelho esquerdo na pista e para "não forçar" a contusão, optou por se poupar.Apesar da alegria de competir no Rio, o skatista lembrou com tristeza, que pela primeira vez não terá ao seu lado o companheiro Wellington da Silva, o "Maluquinho", de 27 anos. O amigo morava na favela da Rocinha, em São Conrado, zona sul, e foi morto no início do mês de abril durante uma briga entre traficantes, pelo controle do local. "Foi um baque grande e estou sentindo a falta dele, principalmente sempre estava presente nos momentos alegres", disse.Bob não esqueceu de comemorar o fato de ter sido escolhido para ser um dos carregadores da tocha olímpica durante sua passagem no Rio de Janeiro no dia 13 de junho. Ele recebeu uma autorização inédita para cumprir parte do percurso sobre o seu skate. "Lembro que o Tony Hawk, um dos maiores nomes da história do skate, quis e não foi autorizado a andar de skate no revezamento da tocha, antes das Olímpiadas de Inverno de Salt Lake City, portanto fiquei muito emocionado por poder fazer isso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.