Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

X-Games sofre multa de R$ 360 mil

A organização do X-Games Latino-Americano foi multada em R$ 360 mil por ter colocado a estrutura da arena na Praia do Leme (zona sul do Rio) sem a permissão do governo federal. A multa foi emitida pelo Serviço do Patrimônio da União (SPU). Esta competição acontece pela terceira vez na cidade, sempre no mesmo local, e reúne mais de 150 dos principais atletas do mundo nas modalidades com patins, bicicletas e skates. Durante o primeiro dia de competição (sexta-feira), o gerente do SPU no Rio, Rogério Rocha, compareceu à arena para conversar com os organizadores. Na ocasião, alegou que a União não havia recebido os documentos necessários para a realização da competição no Leme. "Pediram apenas à prefeitura, mas a areia da praia é propriedade da União", afirmou Rocha. Disse ainda que só não cancelou o evento porque seria maléfico para a imagem do Rio, além de causar transtornos aos atletas. Dona da empresa RN Esportes, responsável pela organização do evento, Márcia Cafz, informou que irá recorrer da multa na segunda-feira (um dia após o término do torneio latino) porque tem em mãos todos os documentos que permitem a realização do campeonato de esportes radicais. "Isso é um fato inédito e eu tenho todas as legislações necessárias para isso. Lido com eventos há cinco anos e nunca me aconteceu algo parecido. Vamos recorrer, estou até analisando leis. Vou falar pouco para não soltar qualquer besteira", disse Márcia, visivelmente irritada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.