Maurício de Souza/Estadão
Maurício de Souza/Estadão

Yamaguchi é desclassificado em primeira luta profissional

Brasileiro se envolve em confusão com adversário enquanto luta já estava parada

Agência Estado

26 de janeiro de 2014 | 08h44

SANTOS - A estreia do brasileiro Yamaguchi Falcão no boxe profissional foi decepcionante. Na noite de sábado, em Santos, o medalhista olímpico e o argentino Martin Rios, em luta válida pelos pesos médios, foram desclassificados pela arbitragem após se envolverem em uma confusão no ringue.

Após o encerramento do segundo round da luta, Rios acertou um golpe em Yamaguchi, que revidou. A confusão se instalou e o argentino inclusive cuspiu no brasileiro, que fez o mesmo. Toda essa situação foi causada enquanto os atletas recebiam a orientação dos seus treinadores antes do começo do terceiro round, mas o árbitro José Bezerra optou pela desclassificação de ambos.

Ele avaliou ter tomado a decisão certa, pois os boxeadores tiveram atitude antidesportiva. "Os dois entraram em briga, mesmo após a voz de comando para cima deles. Não é briga de rua, é boxe. Acho que tomei a atitude certa", afirmou Bezerra, em entrevista ao SporTV.

A decisão irritou os dois boxeadores, tanto que Rios cuspiu em direção ao árbitro. "A luta estava tranquila, aí o árbitro brasileiro fez essa sacanagem. Por causa desses árbitros é que a TV brasileira não passa o boxe", reclamou Yamaguchi, que entrou no ringue, antes da luta, com um machado para "cortar o rival no meio".

Tudo o que sabemos sobre:
boxeYamaguchi FalcãolutasMartin Rios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.