Confederação Brasileira de Hipismo|Hickstead
Confederação Brasileira de Hipismo|Hickstead

Yuri Mansur vence o mais tradicional concurso de salto da Inglaterra

Após integrar a equipe brasileira medalha de ouro na Copa das Nações, Mansur é campeão do GP 5 em Hickstead

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2017 | 18h04

Depois da inédita vitória por equipes no 109º Concurso de Salto Internacional 5 em Hickstead, o evento mais tradicional de hipismo na Inglaterra, o Brasil também conseguiu um triunfo importante no Grande Prêmio. Yuri Mansur, montando Babylotte, foi o grande campeão do GP Longines King George V Gold Cup, 1.60 metro. O prêmio é de 200 mil euros (740 mil reais).

Dos 47 conjuntos, somente quatro se habilitaram ao desempate com armação de Kelvin Bywater. Yuri com Babylotte, um égua sela holandesa de 11 anos, precisavam zerar para garantir o título. E conseguiram. Sem faltas, o cavaleiro paulista conquistou um dos títulos mais importantes de sua carreira com 57s52.

"Foi uma experiencia incrível. Minha égua saltava provas a 1.45 metro e não gostava muito de competir na grama. Ela só vem melhorando. Eu até quis acelerar um pouco mais, mas disse a mim mesmo: preciso zerar. Vencer aqui é um sonho, mal posso acreditar", declarou Yuri, que também garantiu o 1º posto na primeira prova internacional em Hickstead.

O holandês Ruben Romp com Audi's Teavanta II CZ foi vice-campeão com uma falta e percurso de 53s60. Já o 3º posto foi do britânico Keith Shore com Mystic Hurricane, uma falta, 47s63. Pelas cores da Alemanha, Patrick Stühlmeyr emplacou em 4º lugar, oito pontos, 54s37.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.