Zago critica arbitragem e atribui derrota do Inter a erro de juiz

O técnico Antônio Carlos Zago culpou a arbitragem de Diego Real pela derrota do Internacional diante do Juventude, por 1 a 0, no domingo, em Caxias do Sul. O treinador indicou que o clube colorado vai fazer uma reclamação formal na Federação Gaúcha de Futebol contra o juiz.

Estadao Conteudo

13 de março de 2017 | 10h30


"A única coisa a dizer é que os auxiliares disseram que não foi pênalti e ele assumiu a responsabilidade", disse Zago, ao fim do jogo. "Mal posicionado, foi reprovado fisicamente no começo do campeonato, fez apenas a segunda partida no ano, não se encontra bem e não sei porque foi escalado em um jogo tão importante como esse."


O técnico afirmou ainda que Diego Real "não sabe trabalhar em equipe" por não ter ouvido que os auxiliares assinalarem que não houve pênalti no lance em que uma cabeçada do ataque do Juventude parou no peito do lateral-direito Junio, e não em suas mãos, como foi marcado. "Todos pregam para os auxiliares ajudarem, mas não sabe trabalhar em equipe."


Para Zago, o erro não é o primeiro que prejudica o Inter neste Gauchão. "Vem ocorrendo coisas sucessivas, a começar do início, contra o Veranópolis. A direção já falou [publicamente sobre o assunto]", afirmou. A diretoria do Inter ainda não se manifestou oficialmente sobre a reclamação formal.


Sobre o jogo, o treinador admitiu que o Inter ficou aquém do esperado no primeiro tempo. "No segundo tempo acertamos mais o posicionamento. Não erramos passes. Perdemos um jogador, não sei se era para expulsão direta, e com um a menos os jogadores tiveram uma atitude a mais e se desdobraram para suprir a falta de um companheiro", afirmou, referindo-se à expulsão de Charles.


O Inter volta a campo na quarta-feira para o duelo contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil. Este jogo de ida será disputado no Beira-Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.