Ricardo Bufolin
Ricardo Bufolin

Zanetti, Diego e mais 2 brasileiros avançam no Mundial

Campeão olímpico nas argolas, Zanetti compete na Bélgica em busca do seu primeiro título mundial

AE, Agência Estado

01 de outubro de 2013 | 10h33

ANTUÉRPIA - Os ginastas brasileiros conquistaram seis vagas em quatro finais do Mundial da modalidade, que está sendo realizado em Antuérpia, na Bélgica. Atual campeão olímpico, Arthur Zanetti avançou nesta terça-feira nas argolas. Diego Hypólito, por sua vez, disputará as finais no solo e no salto. Ele terá a companhia nas disputa de medalhas no salto de Sérgio Sasaki, que também avançou no individual geral, assim como Arthur Nory.

Campeão olímpico nas argolas no ano passado, Zanetti compete na Bélgica em busca do seu primeiro título mundial. Nesta terça, ele deu o primeiro passo para isso ao se garantir na final das argolas na segunda colocação, com 15,733 pontos. Assim, o brasileiro só teve desempenho pior do que o chinês Yang Liu, com 15,866. O norte-americano Brandon Wynn, com 15,700, foi o terceiro colocado. O brasileiro abriu a sua apresentação com o novo elemento, avaliado pela Federação Internacional de Ginástica, dias antes do início do Mundial, como de valor máximo. Zanetti deu um passo para a frente na saída das argolas, o que causou um desconto na nota final.

"Eu fiz a série nova e gostei dela, mas gastei muita força. Essa série é muito mais difícil do que a que eu fazia. Mas a série em si foi boa, mas na chegada, na saída das argolas, eu dei um pulo razoável, nem tão curto e nem tão longo. Mas, no geral, o objetivo de passar à final foi alcançado", disse. Dono de dois títulos mundiais no solo, conquistados em 2005 e 2007, Diego Hypólito foi outro ginasta brasileiro a avançar na segunda colocação para a final. Ele teve a nota 15,600 na sua apresentação no solo, ficando atrás apenas do japonês Kenzo Shirai, com 16,233. O também japonês Kohei Uchimura foi o terceiro colocado, com 15,333.

Além da final do solo, Diego Hypólito também participará da disputa de medalha do salto após ser o quinto colocado na fase de classificação, com 14,924. Sergio Sasaki teve desempenho ainda melhor e ficou em terceiro lugar, com 14,987 pontos. O brasileiro só teve desempenho pior do que o sul-coreano Yang Hak-Seon, com 15,299, e o ucraniano Oleg Verniaiev, com 15,041. Sérgio Sasaki, que se apresentou na segunda-feira no individual geral, teve a sua presença na final confirmada nesta terça, com 88,669, na sexta colocação. Já Arthur Nory avançou em 18º lugar, com 85,190 pontos. O japonês Kohei Uchimura (91,924), o norte-americano Samuel Mikulak (89,532) e o também japonês Ryohei Kato (89,474) foram os três primeiros da fase de classificação.

Outros dois brasileiros também competiram nesta terça, mas não tiveram o mesmo êxito e estão eliminados. Francisco Barreto foi o 22º nas barras fixas, com 14,600 pontos, e o 41º nas paralelas, com 14,500. Péricles Silva obteve 12,600 no cavalo com alças e ficou em 84º lugar. A final individual geral masculina, com Sasaki e Nory, será disputada nesta quinta-feira. Já as disputas por aparelhos estão divididas entre o sábado e o domingo. A disputa das argolas, com Zanetti, será no sábado, assim como a final do solo, com Diego. A decisão do salto, com Sasaki e Diego, está marcada para o domingo. Entre as mulheres, Letícia Costa inicia a participação no individual geral nesta terça-feira. Já Daniele Hypolito, compete na quarta-feira, na trave e nas assimétricas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.