Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
CBG/Site oficial
CBG/Site oficial

Zanetti é o melhor nas argolas e seleção brasileira fica com a prata na Alemanha

Brasil fica atrás apenas da Rússia em competição disputada em Stuttgart, na Alemanha

Estadão Conteúdo

18 de março de 2018 | 17h42

Liderada por Arthur Zanetti, a seleção brasileira de ginástica artística ficou com a medalha de prata na final da DTB Pokal Team Challenge, competição encerrada neste domingo em Stuttgart, na Alemanha. O grupo, que contou ainda com Luís Porto, Francisco Barreto e Péricles da Silva, somou ao todo 165.929 pontos. A campeã foi a Rússia, com 166.295. Completou o pódio o Japão, com 165.396.

+ No câmpus de médico condenado por assédios, a desconfiança impera

A competição integrou a programação do técnico Marcos Goto, coordenador de seleções do Brasil e treinador de Zanetti, para o principal compromisso da modalidade no ano, o Mundial de Doha, no Catar, de 25 de outubro a 3 de novembro. O Mundial será a primeira chance de classificação para a Olimpíada de 2020 - as três primeiras equipes garantirão vagas em Tóquio.

Campeão olímpico nas argolas em 2012 (Londres), mundial em 2013 (Antuérpia) e bi pan-americano em 2011 (Guadalajara) e 2015 (Toronto), Zanetti foi o primeiro colocado de toda a competição na sua especialidade. Marcou 15.166 pontos na final deste domingo - já havia obtido um 15.250 na qualificatória de sexta-feira. Também ficou com a segunda melhor nota da final no salto(14.466) e a terceiro no solo (14.333).

"Gostei muito da minha competição. Foi demais, uma das melhores que fiz na minha vida disputando os três aparelhos. Fui bem tanto na qualificatória quanto na final. Na decisão, ainda consegui superar as minhas notas no solo e no salto. Nas argolas, a nota da final foi um pouco mais baixa em relação à da classificação, mas achei a série boa e gostei. Conseguimos um segundo lugar no pódio bem importante", falou Zanetti.

Francisco Barretto também se destacou individualmente. Obteve a melhor nota na barra fixa (14.166) e a quarta no cavalo com alças (13.433).

Confira a classificação final do Torneio de Stuttgart:

1º) Rússia: 166.295 pontos

2º) Brasil: 165.929

3º) Japão: 165.396

4º) Espanha: 163.096

5º) Ucrânia: 160.629

6º) Alemanha: 156.862

Tudo o que sabemos sobre:
ginástica artísticaArthur Zanetti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.