Andy Rain/EFE
Andy Rain/EFE

Zapatero e reis espanhóis vão defender candidatura de Madri

Eles estarão na cerimônia em Copenhague para ajudar a cidade espanhola na eleição da sede olímpica de 2016

EFE

29 de setembro de 2009 | 11h55

O rei da Espanha Juan Carlos, a rainha Sofía, e o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, viajarão nesta quarta-feira para Copenhague, onde se juntarão ao grupo que defende a candidatura de Madri para sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

Veja também:

especialESPECIAL - Tudo sobre as cidades candidatas

especialRIO 2016 - Mais sobre a campanha pelos Jogos

Os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) escolherão a sede dos Jogos de 2016 nesta sexta-feira na capital dinamarquesa. Rio de Janeiro, Tóquio e Chicago também estão na disputa.

Há quatro anos, em Cingapura, a rainha Sofía defendeu a candidatura madrilenha para os Jogos de 2012. Agora, será a vez do rei Juan Carlos fazer o mesmo, agora para os Jogos de 2016.

Zapatero estará em Copenhague para apoiar as aspirações olímpicas de Madri e aproveitará a viagem para fazer uma reunião bilateral com o primeiro-ministro dinamarquês, Lars Lokke Rasmussen.

Além dos chefes de Estado e Governo da Espanha, as outras cidades candidatas também terão representantes ilustres na capital da Dinamarca.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará em Copenhague para defender a candidatura do Rio de Janeiro; seu colega americano, Barack Obama, é o trunfo de Chicago, enquanto Tóquio confia na presença do primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama.

Representantes das candidaturas devem conceder uma entrevista coletiva na quinta-feira. Na manhã de sexta-feira, Tóquio, Chicago e Rio mostrarão suas propostas, enquanto Madri o fará à tarde (horários locais).

Tudo o que sabemos sobre:
Madri 2016Rio 2016OlimpíadasCOI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.