Zé Roberto assume a seleção de vôlei

O técnico Zé Roberto Guimarães assumiu na manhã desta terça-feira o comando da seleção brasileira feminina de vôlei, menos de 24 depois de o técnico Marco Aurélio Motta deixar o cargo. O novo técnico - apresentado à imprensa na sede da CBV, no centro do Rio - disse que vai tentar conciliar o trabalho na seleção com o do BCN/Osasco, clube no qual trabalha atualmente. Zé Roberto disse que pretende fazer um trabalho de conciliação à frente do time feminino. Por conta disso, afirmou que as portas da seleção estão abertas a todas as jogadores que estavam afastadas por estarem incompatibilizadas com o ex-treinador. No ano passado, após o quinto lugar no Masters da Suíça, algumas das principais jogadoras deixaram a seleção, entre elas Érika, Walewska, Raquel e Fofão. Elas pediram dispensa alegando problemas de relacionamento com o treinador. Sem várias titulares, Motta teve de montar um time praticamente juvenil para o Mundial da Alemanha. Terminou em 7º.Também com um time modificado - apesar de já contar com Virna e Raquel - Motta conseguiu apenas o sétimo lugar no Grand Prix, disputado este mês na Itália. Sem clima, pediu demissão na noite de segunda-feira.Zé Roberto disse também que espera contar com a levantadora Fernando Venturini, afastada da seleção há vários anos. "Ele disse que está disposta a voltar e eu gostaria muito que ela voltasse", disse Zé Roberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.