Divulgação
Divulgação

Zé Roberto prevê caminho difícil em busca do ouro

Treinador da seleção brasileira está feliz com a vitória, mas preocupado com os próximos adversários da equipe

PAULO FAVERO, enviado especial, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2012 | 22h07

LONDRES - O técnico José Roberto Guimarães fez elogios ao desempenho da seleção brasileira feminina de vôlei, na noite deste sábado, mas não escondeu a preocupação com as dificuldades que a equipe teve para vencer a Turquia, por 3 sets a 2, logo na estreia.

"Estou feliz pelo resultado. Mas tivemos muitos erros, principalmente no quarto set", avaliou o treinador, se referindo à virada sofrida diante das turcas na quarta parcial. As brasileiras chegaram a ter um match point, desperdiçado depois de uma boa sequência de pontos das rivais.

A vitória por 3 a 2 custou ao Brasil um ponto na tabela por ter cedido os dois sets. O placar apertado, na visão de Zé Roberto, será uma constante no torneio olímpico. "Estou preparado para termos muitos '3 a 2' na competição", comentou.

Zé Roberto atribui as oscilações das brasileiras a um nervosismo da estreia. "É normal um time sentir a estreia. Até os Estados Unidos, que são os favoritos, perderam um set para a Coreia do Sul. Eu conheço o time da Turquia e sei que vai complicar para todo mundo. É uma equipe perigosíssima", ponderou Zé Roberto, ex-treinador do Fenerbaçe, da Turquia.

De volta à seleção neste sábado, a ponteira Natália só teve motivos para comemorar. Recuperada de grave lesão, que a afastou das quadras por quase um ano, ela garantiu sua vaga na seleção de última hora e contou com a confiança do treinador para fazer sua estreia em olimpíadas logo no set inicial da partida. "A estreia é sempre um jogo difícil. É bom voltar a jogar depois de quase um ano, ainda mais em um olimpíada", festejou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.