Zenaide e Sabine têm chances em nova prova

Depois de 14 edições, o Pan-Americano terá, pela primeira vez, a disputa feminina dos 3 mil metros com obstáculos, prova que faz parte do mundo masculino desde o primeiro campeonato, em Buenos Aires, em 1951. O Brasil entra na disputa com chance de garantir a histórica primeira medalha de ouro. A paulista Zenaide Vieira, 21 anos, é a atual recordista sul-americana, com 9min46s52. A gaúcha Sabine Heitling e as americanas devem ser suas rivais.Para encarar a prova, é melhor esquecer que as mulheres são o sexo frágil. Durante o percurso, as atletas dão sete voltas e meia na pista e saltam por quatro obstáculos - todos de madeira, com altura de 76 cm. À frente do quarto obstáculo há um fosso com água, com cerca de 3 metros de comprimento. O piso do tanque é inclinado e sua profundidade máxima é de 70 centímetros. A disputa feminina, oficial desde 1999, será realizada pela primeira vez também na Olimpíada de Pequim, em 2008. Para a final dos 800 m, conseguiram classificar-se Fabiano Peçanha e Kléberson Davide. Nos 110 metros com barreiras, Anselmo da Silva fez o melhor tempo de sua sessão classificatória (13s56) e está confiante na disputa por medalha a partir das 16h20. O Brasil ainda disputa as finais dos 3 mil metros com obstáculos masculino, lançamento do dardo e marcha atlética masculina de 50 km.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.