Zequinha envolvido em caso de pedofilia

Zequinha Barbosa será ouvido nesta quinta-feira, em Campo Grande, por integrantes da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga casos de pedofilia no País. O ex-atleta, que foi vice-campeão mundial e pan-americano dos 800 metros, foi indiciado em um inquérito policial por abuso sexual de menores, no mesmo caso que levou os vereadores Robson Martins (PSDB) e César Disney (PT) à prisão.Na semana passada, Zequinha prestou depoimento durante quatro horas na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). A delegada que investiga o caso, Marli Kaiper Cruz, não deu detalhes sobre o envolvimento do ex-atleta e ele também preferiu evitar o contato com a imprensa. Já os dois vereadores da capital sul-matogrossense ficaram presos 14 dias, acusados de estupro e atentado violento ao pudor contra uma adolescente de apenas 13 anos de idade, mas conseguiram habeas corpus e foram liberados nesta quarta-feira.Em Campo Grande, o ex-atleta dirige o Instituto Zequinha Barbosa, que atende menores carentes na cidade. Segundo seu advogado, Abadio Rezende, Zequinha não teve participação nenhuma no caso e teria, inclusive, conhecido a mãe da adolescente que denunciou o abuso.A CPI mista, presidida pela senadora Patrícia Gomes (PPS-CE), é composta por 22 parlamentares e também vai apurar mais 6 casos de abuso sexual contra menores em Mato Grosso do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.