Zequinha irá depor na CPI, diz advogado

Apesar de Zequinha Barbosa não ter comparecido à audiência da CPI que investiga casos de abuso sexual contra menores em Campo Grande, na quinta-feira, seu advogado garantiu que ele irá depor quando for notificado pela Comissão. Segundo o representante do ex-atleta, Renato da Rocha Ferreira, "independente de qualquer resultado da CPI ou do Poder Judiciário, Zequinha já está penalizado. O que vier depois será excesso."Vice-campeão mundial dos 800 metros, Zequinha Barbosa foi indiciado em um inquérito policial na Delegacia de Menores de Campo Grande, sob a acusação de ter abusado sexualmente de duas meninas. Na audiência da CPI, que só acabou na madrugada desta sexta-feira, elas confirmaram que mantiveram relações com o ex-atleta.Em nota distribuída à imprensa, o advogado Renato da Rocha Ferreira afirma que "realmente o nome de Zequinha Barbosa foi citado por duas menores de 13 e 15 anos de idade, em depoimentos prestados em procedimento que apura a prática de abuso sexual de menores". Mais adiante, ele diz que "Zequinha Barbosa tem evitado declarações à mídia, não por falta de respeito a toda a esta, mas afim de não perturbar os trabalhos de investigação que estão sendo realizados pela Justiça".Renato da Rocha Ferreira lembrou que Zequinha teve um único contato com a família da menina envolvida no caso. "Ele trabalha com crianças carentes e foi até a casa da menina para falar com a mãe dela, sobre o atendimento no Instituto Zequinha Barbosa para dois irmãos da menina, um de sete e outro de dez anos", defendeu.O advogado também lamentou que essa história esteja manchando a carreira de sucesso que Zequinha teve no esporte. ?Tudo o que ele conseguiu em 20 anos despencou em apenas 15 dias. Soube hoje que esse assunto está até na imprensa norte-americana. Não pode existir pena maior que esta para um homem com o Zequinha", revelou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.