Zidane espera ter volta de Bale antes de 2º jogo contra o Napoli

Afastado dos gramados desde novembro, o atacante galês Gareth Bale deve voltar ao time do Real Madrid antes do segundo jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões. Pelo menos esta é a expectativa do técnico Zinedine Zidane, que já descartou a presença do jogador para o primeiro jogo, na próxima quarta.

Estadao Conteudo

10 Fevereiro 2017 | 13h38

"Espero que ele esteja de volta até lá. Ele vem trabalhando bem, está empolgado e só falta voltar a treinar com o grupo, o que é o principal", declarou Zidane. Bale vinha sendo um dos principais jogadores da equipe antes de sofrer lesão no tornozelo, em novembro, e precisar ser submetido a uma cirurgia.

Até se machucar, ele tinha sete gols e vinha salvando a equipe num momento de pouca inspiração de Cristiano Ronaldo. Agora Bale é esperado no time até a partida da volta contra o Napoli, no dia 7 de março, pelas oitavas.

Questionado sobre o jogo contra o Celta, que deveria ter sido disputado no fim de semana, mas foi adiado em função de um vendaval, Zidane foi diplomático, após polêmica entre a diretoria do clube e a prefeitura da cidade de Vigo. Mas não deixou de reclamar do período sem jogos.

"Sempre queremos jogar. Quinze dias sem partidas é muito para nós. Respeitamos a decisão e agora não pensamos mais nisso. Seria melhor jogar. Treinar é bom quando se está em pré-temporada, mas aos jogadores só importa jogar", disse o treinador.

O cancelamento do jogo causou polêmica porque o prefeito de Vigo afirmou publicamente que o Real teria pressionado para entrar em campo, apesar das condições climáticas adversas. O vendaval chegou a danificar parte da cobertura do estádio que receberia a partida. Em comunicado, o clube criticou o prefeito e disse que só propôs sugestões para a realização da partida no dia marcado, sem adiamentos.

A mudança deve trazer prejuízos ao Real por causa do calendário apertado enfrentado pelo time na temporada. Antes deste jogo contra o Celta, a equipe de Madri já tinha um jogo adiado, em função do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. Agora tem duas partidas a menos que os principais rivais na tabela do Campeonato Espanhol.

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.