Zito se empolga com os garotos do Santos

Para ídolo santista, Paulo Henrique se parece com Pita

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

16 de abril de 2009 | 00h00

O Santos que bateu o Palmeiras por 2 a 1 na semana passada e só precisa de um empate no sábado para chegar à decisão do Campeonato Paulista já começa a ganhar comparações. O presidente Marcelo Teixeira identifica semelhanças do atual time com o de Emerson Leão, em 2002. E Zito, capitão do esquadrão que contava com Pelé, Coutinho, Pepe & Cia., recua um pouco mais no tempo e diz que a equipe de Vágner Mancini tem também pelo menos um ponto em comum com o Santos de 1978: Paulo Henrique. "Ele é o novo Pita, com a diferença de ter mais velocidade", afirma. Teixeira vem demonstrando empolgação com o que tem visto desde a vitória por 1 a 0, no clássico com o São Paulo, na Vila Belmiro. "Sinto um pouco do clima de 2002 no ar", disse.Assim como Leão há quase sete anos, Mancini assumiu o time com jogadores que faziam parte de uma lista de dispensa e agora estão recuperados. Outra coincidência é que ambos pegaram a equipe em baixa, com a responsabilidade de evitar a queda para a Segunda Divisão, mas acabaram surpreendendo ao classificá-lo, nos minutos finais da última rodada, para as fases decisivas: um no Brasileiro, o outro no Paulista.Zito acha que é cedo para considerar o time atual parecido com aquele que conquistou os títulos brasileiros de 2002 e 2004. "Aquela equipe tinha Robinho e Diego, mas não eram só os dois. Eram pelo menos seis jogadores de grande qualidade", afirmou.Com relação aos jogadores diferenciados do time atual, Zito discorda da comparação de Paulo Henrique com Diego. "Ele é o Pita (meia do Santos em 78 que, depois, se tornou ídolo no São Paulo) com mais velocidade. Também é canhoto, joga de cabeça erguida, lança e faz gols", definiu o atual supervisor das categorias de base da equipe santista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.