Lorenzo lidera primeiro treino da MotoGP na Holanda

Líder do campeonato da MotoGP, o espanhol Jorge Lorenzo deu mais uma mostra do seu domínio da categoria nesta temporada ao ser o piloto mais rápido na primeira sessão de treinos livres da etapa holandesa, realiza no circuito de Assen. Na sua melhor volta, o piloto da Yamaha registrou o tempo de 1min35s169.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 10h35

O espanhol continua correndo sem um companheiro de equipe, já que o italiano Valentino Rossi segue afastado das pistas por conta de uma fratura na perna direita, sofrida durante um dos treinos livres da etapa italiana da MotoGP. Para ser o mais rápido, Lorenzo precisou superar o italiano Andrea Dovizioso e o australiano Casey Stoner, que chegaram a liderar a atividade, mas terminaram o treino na quinta e na segunda colocação, respectivamente.

O norte-americano Nicky Hayden terminou a sessão em Assen na terceira colocação, à frente do compatriota Colin Edwards. O espanhol Dani Pedrosa, terminou o primeiro treino livre em Assen em sexto lugar, à frente do compatriota Aleix Espargaro, do norte-americano Ben Spies e dos italiano Marco Simoncelli e Marco Melandri.

Confira os tempos da primeira sessão de treinos livres da sessão holandesa da MotoGP:

1) Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha), 1min35s169

2) Casey Stoner (AUS/Ducati), 1m3in5s180

3) Nicky Hayden (EUA/Ducati), 1min35s686

4) Colin Edwards (EUA/Tech 3 Yamaha), 1min35s699

5) Andrea Dovizioso (ITA/Honda), 1min35s868

6) Dani Pedrosa (ESP/Honda), 1min35s922

7) Aleix Espargaro (ESP/Pramac Ducati), 1min35s927

8) Ben Spies (EUA/Tech 3 Yamaha), 1min35s942

9) Marco Simoncelli (ITA/Gresini Honda), 1min36s002

10) Marco Melandri (ITA/Gresini Honda), 1min36s269

11) Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), 1min36s294

12) Hector Barbera (ESP/Aspar Ducati), 1min36s735

13) Loris Capirossi (ITA/Suzuki), 1min36s786

14) Mika Kallio (FIN/Pramac Ducati), 1min37s261

15) Alvaro Bautista (ESP/Suzuki), 1min37s384

16) Kousuke Akiyoshi (JAP/Interwetten Honda), 1min41s332

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.