Horst Wagner/EFE
Horst Wagner/EFE

Abertura da Olimpíada marcará primeira visita de Macri ao Brasil como presidente

Líder argentino aproveitará visita para fazer contato com chefes de Estado

Rodrigo Cavalheiro - Correspondente em Buenos Aires, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2016 | 08h45

O presidente argentino, Mauricio Macri, estará no Maracanã para a abertura dos Jogos Olímpicos, no Rio, dia 5 de agosto. Será sua primeira visita ao Brasil no comando da Casa Rosada. Ele esteve no início de dezembro em Brasília, onde encontrou-se com Dilma Rousseff após vencer a eleição contra o kirchnerista Daniel Scioli. O argentino ainda não falou pessoalmente com o presidente interino, Michel Temer.

Sua equipe havia programado uma visita oficial para março ou abril, mas a instabilidade política brasileira fez com que cancelasse seus planos. Macri deve usar a viagem ao Brasil para fazer contatos breves com chefes de Estados que também confirmaram presença na competição. Ele será acompanhado pelo secretário de Assuntos Estratégicos, Fulvio Pompeo.

Alguns líderes devem aproveitar a passagem pelo Brasil para também viajar à Argentina. Entre eles estão o secretários de Estado americano, John Kerry, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. A chanceler argentina, Susana Malcorra, pretende substituir o sul-coreano a partir de janeiro nas Nações Unidas e a passagem dele por Buenos Aires é interpretada pela chancelaria argentina como um sinal positivo para a candidatura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.