Agências chinesas estariam boicotando viagens turísticas a Paris

Relações entre China e França ficaram tensas desde que a tocha olímpica passou sob protestos pela 'Cidade Luz'

ANSA

30 de maio de 2008 | 15h24

Operadores turísticos disseram que as agências de Pequim receberam ordens para eliminar Paris dos pacotes de viagem oferecidos como forma de retaliação às críticas francesas sobre os Jogos Olímpicos. As indicações vieram das autoridades do governo da cidade de Pequim, segundo divulgou a imprensa francesa. "Recebemos a ordem de suspender as viagens com destino à França e não sabemos quanto tempo durará a medida", informou um porta-voz da China Internacional Travel Service. A BTG International Travel Tours, outra agência de turismo, informou que "um grupo de chineses partirá para Paris, mas depois disso não há previsões de viagens à França". As relações entre China e França estão sob tensão desde que a tocha olímpica passou por Paris, onde vários manifestantes pró-Tibete protestaram contra a violação dos direitos humanos promovidos por Pequim. O governo francês ameaçou boicotar as Olimpíadas e o presidente Nicolas Sarkozy provavelmente se encontrará com o líder espiritual Dalai Lama, em Paris, durante os Jogos.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.