Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Alckmin revela mudanças na segurança para atletas olímpicos em SP

Governo adotou medidas após série de atentados na Europa

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2016 | 10h43

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que as medidas de segurança para proteger os atletas olímpicos que farão um período de aclimatação em São Paulo para os Jogos do Rio fazem parte de um processo "dinâmico". O posicionamento indica que estão sendo feitas mudanças em função dos últimos atentados na França, em especial, os realizados na cidade de Nice, na semana passada, quando 80 pessoas morreram. "(O plano de contingência) é um processo dinâmico, que está sempre avançando", afirmou o governador.

"Fizemos um plano de contingência, que vai desde a parte de segurança e também médica, descontaminação, corpo de bombeiros e a participação de outros especialistas. Também concordo com o ministro da Justiça (Alexandre Barros) quando diz que a questão local é tão importante quanto o terrorismo. Acho que o foco tem de estar, além da questão externa, também na questão interna", afirmou o governador.

Os atletas franceses da equipe de atletismo farão um período de aclimatação para os Jogos no Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp) entre os dias 3 e 13 de agosto. Na última quinta-feira, um caminhão dirigido pelo tunisiano Mohammed Lahouaiej Bouhlel atropelou diversas pessoas que assistiam à queima de fogos em comemoração ao 14 de Julho, Dia da Bastilha, em Nice, no sul da França, matando 84 pessoas e deixando outras dezenas de feridos.

As afirmações do governador foram feitas na manhã desta quarta-feira durante o 6º Fórum Nacional de Esportes, em São Paulo. O governador participou da abertura do encontro, que reuniu nomes do esporte, entre eles, o ex-nadador Gustavo Borges, e a ex-jogadora de vôlei Ana Moser, além de líderes empresariais para debater o legado da realização dos Jogos do Rio.

Geraldo Alckmin afirmou que o policiamento está preparado para eventuais atos terroristas. "Temos a maior força policial do Brasil. Essa polícia está preparada e equipada. Recebemos eventos de grande porte todos os dias. As medidas que podem ser tomadas estão sendo tomadas", afirmou o governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.