EFE/ Friso Gentsch
EFE/ Friso Gentsch

Alemanha lamenta falta de sorte na final olímpica contra o Brasil no futebol

Time alemão abusou das bolas na trave no decorrer da partida

Raphael Ramos, enviado especial ao Rio, Estadão Conteúdo

20 Agosto 2016 | 22h15

O técnico Horst Hrubesch e os jogadores da Alemanha lamentaram a falta de sorte da equipe na decisão por pênaltis contra o Brasil, neste sábado, no Maracanã, na final do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A Alemanha errou uma cobrança (Petersen teve sua finalização defendida por Weverton), enquanto o Brasil obteve 100% de aproveitamento nas cobranças.

"Nós não tivemos sorte. Nos pênaltis, qualquer coisa pode acontecer e desta vez perdemos. Mas estamos orgulhosos de ter chegado até a final", disse o meia Max Meyer.

Hrubesch destacou o equilíbrio da partida e ressaltou que até os pênaltis a decisão estava em aberto e qualquer equipe poderia conquistar a medalha de ouro. "Nos pênaltis, são 50% de chances para cada equipe. Foi um partida muito boa para os dois times", disse.

O treinador voltou a dizer que, para a sua equipe, o jogo deste domingo no Maracanã não tinha relação com a goleada por 7 a 1 na Copa de 2014, mas fez questão de alertar os seus jogadores de que o Brasil buscaria revanche por causa da goleada sofrida há dois anos.

"Para o Brasil era uma partida muito especial. O estádio tinha 80 mil torcedores. Falei apenas para que os meus jogadores aproveitassem a partida", declarou. Hrubesch também procurou valorizar a medalha de prata. "Vocês me viram chorar? Eu estou sorrindo o tempo todo", disse.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.