Algoz do Brasil em Londres, Peralta vai tentar o bi com México

Herói da campanha que levou o México a ganhar o ouro olímpico do futebol em Londres, marcando os dois gols sobre o Brasil na final, Oribe Peralta estará de novo na Olimpíada. O atacante foi um dos três veteranos escolhidos pelo técnico Raúl Gutiérrez para formar a equipe que vai tentar o bi olímpico.

Estadão Conteúdo

07 de julho de 2016 | 17h59

Além de Oribe Peralta, o treinador convocou o goleiro Alfredo Talavera, reserva de Ochoa na seleção principal, e o zagueiro Jorge Torres Nilo, que tem 41 convocações e defendeu o México na Copa do Mundo de 2010.

Peralta atualmente defende o América do México e deverá ser o capitão da seleção no Rio. Em Londres, ele marcou quatro gols em seis jogos e foi o grande responsável pelo histórico ouro olímpico dos mexicanos. Na final contra o Brasil de Oscar, Neymar e Leandro Damião, foi ele o autor dos dois gols da vitória por 2 a 1.

O México queria convocar o meia Andrés Guardado, do PSV, e o atacante Raúl Jiménez (Benfica), mas os respectivos clubes não aceitaram liberá-los. Dos veteranos convocados, Talavera defende o Toluca, enquanto Nilo atua pelo Tigres, de forma que nenhum dos três escolhidos milita na Europa.

O México está no Grupo C da Olimpíada, e joga contra Alemanha (em Salvador, dia 4), Fiji (em Salvador, novamente, no dia 7) e Coreia do Sul (no dia 10, em Brasília). O cruzamento das quartas de final é com o Grupo C, de Argentina, Portugal, Honduras e Argélia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.