Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Ao lado de Bruno Schmidt, Alison supera torção no pé e bate italianos no vôlei de praia

Brasileiros bateram dupla italiana por 2 sets a 0 em Copacabana

Mariana Durão, Estadão Conteúdo

10 de agosto de 2016 | 16h47

Em uma partida dramática, a dupla número 1 do vôlei de praia mundial na atualidade, Alison/Bruno Schmidt, derrotou os italianos Adrian Carambula e Adrian Ranghieri por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/16, nesta quarta-feira à tarde, e deu um importante passo para avançar às oitavas de final da modalidade nos Jogos Olímpicos do Rio.

O Mamute, como Alison é conhecido, torceu o pé direito aos 11 minutos de partida realizada na arena de Copacabana, quando a parcial inicial estava empatada por 8 a 8. Ele se desequilibrou ao tentar bloquear um ataque de Carambula, dando um susto na torcida. O jogador só conseguiu continuar no confronto após receber atendimento medico.

Cientes de que Alison se machucou, os italianos passaram a forçar bolas em cima do camisa 1 do Brasil, que nitidamente sentia a contusão ao longo do jogo. Mas, com um ótimo desempenho de Bruno, os dois brasileiros fecharam o primeiro set em 21/19.

O segundo set do jogo foi marcado por provocações do italiano Carambula aos brasileiros e até à torcida, que apesar da chuva não parou de apoiar a parceria do País no confronto. E, após 21 minutos de disputa nesta parcial, os brasileiros liquidaram o jogo em 21/16.

Com o resultado, Bruno e Alison foram aos cinco pontos em três jogos e assumiram a liderança do Grupo A. Carambula e Ranghieri, com a mesma pontuação, estão no segundo lugar da chave nos critérios de desempate. Avançam diretamente para as oitavas de final os líderes e vice-líderes dos seis grupos da competição, além dos dois melhores terceiros colocados.

 

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Adicione o número (11) 99371-2832 aos seus contatos, mande um WhatsApp para nós e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio-2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.