Divulgação
Divulgação

Após quatro testes positivos, americano do vôlei de praia está fora da Olimpíada

Taylor Crabb dará lugar a Tri Bourne, que formará dupla com o veterano Jake Gibb

Redação, Estadão Conteúdo

22 de julho de 2021 | 06h20

O jogador americano de vôlei de praia Taylor Crabb está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ele testou positivo para covid-19 quatro vezes, e Tri Bourne assumirá seu lugar como parceiro do veterano Jake Gibb quando a competição começar neste fim de semana.

Crabb confirmou que não jogará a Olimpíada nesta quinta-feira, observando que ele foi vacinado e o teste deu negativo antes de deixar os Estados Unidos, mas deu positivo quando chegou ao Japão.

Todos que testam positivo, segundo o protocolo sanitário, têm de cumprir 14 dias de quarentena. Com isso, estão automaticamente fora dos Jogos. Até o momento, a um dia da cerimônia de abertura, a Olimpíada de Tóquio já registrou mais de 90 casos de infecção por covid-19.

"Estou livre de sintomas, felizmente, mas profundamente desapontado por não ser capaz de me juntar a Jake na areia e competir como um membro da equipe dos Estados Unidos", disse Crabb.

"Quero que Jake jogue sua quarta Olimpíada e que ele leve para casa uma medalha. Tri Bourne, um atleta incrível, pessoa e amigo próximo, estará competindo ao lado de Jake e preenchendo meu lugar na equipe dos Estados Unidos", acrescentou o jogador.

Crabb tem 29 anos e disputaria sua primeira edição de Jogos Olímpicos. O torneio olímpico de vôlei de praia começa no sábado na Shiokaze Park, em Tóquio, com Gibb e Bourne programados para estrearem na noite de domingo contra a dupla italiana formada por Carambula e Rossi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.