Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Após reclamações, Rio contrata novos funcionários para Vila Olímpica

Expectativa é que problemas em instalações estejam resolvidos até o meio da semana

Mônica Ciarelli, O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2016 | 16h36

Diante das obras inacabadas da Vila dos Atletas, o Comitê Rio-2016 contratou de emergência cerca de 500 funcionários para trabalharem em uma força-tarefa para conseguir resolver os problemas encontrados pelas delegações. Os funcionários começam a trabalhar neste domingo.

Neste domingo, a Austrália anunciou que não ficará nos apartamentos da vila até que todos os problemas estejam solucionados. Os problemas vão desde eletricidade, até infiltrações. Com essa contratação de emergência, o diretor de comunicação da Rio-16, Mário Andrada, espera que tudo esteja resolvido até o meio da semana. 

A polêmica com australianos gerou repercusão de autoridades ligadas ao Rio-2016.  O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman, classificou os problemas como "naturais". Já o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, preferiu levar na brincadeira: falou que a vila olímpica carioca é mais bonita que a de Sydney (em 2000, quando foi sede dos jogos) e que colocaria um canguru na frente das instalações australianas para que os atletas se sentissem em casa. 

Já o Comitê Olímpico Internacional não achou tão engraçada a situação e considerou as falhas na vila o "primeiro fracasso" da cidade na organização da Olimpíada. Foi prometido trabalhadores dia e noite até a resolução de todos os problemas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.