Divulgação
Divulgação

Após revelação de aplicativo, ministro minimiza risco de terrorismo no Rio-2016

Representantes de outros países chegarão ao Brasil com antecedência para discutir medidas

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

17 de junho de 2016 | 15h24

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou nesta sexta-feira que a confirmação da existência de uma conta em português no aplicativo Telegram para troca de informações do grupo extremista Estado Islâmico não alterou o esquema de prevenção ao terrorismo e troca de informações entre agências brasileiras e internacionais de segurança para os Jogos Olímpicos. Moraes disse que agentes de inteligência de vários países deverão chegar ao Brasil 15 dias antes da abertura dos Jogos Olímpicos, marcada para 5 de agosto.

"Nada foi alterado em relação à segurança e troca de informações entre as agências. A Abin (Agência Brasileira de Inteligência) confirmou a existência desse site, não há nada concreto, as agências ligadas à segurança e à inteligência estão em contato 24 horas por dia. Nessa questão de terrorismo, que envolve soberania nacional e segurança pública, todas as agências estarão juntas no Centro Integrado de Comando e Controle (da prefeitura). Não há nenhum risco, nada com que as pessoas precisem se preocupar", afirmou o ministro depois de almoçar com empresários na Associação Comercial.

Alexandre de Moraes disse que na próxima terça-feira serão definidos os números de policiais, agentes da Força Nacional e militares que atuarão na segurança da cidade durante os Jogos. Segundo o ministro, no pacote de ajuda financeira que o governo federal está fechando com o Estado estão recursos para pagar benefícios atrasados dos policiais militares.

"A partir daí o secretário José Mariano Beltramerltrame (de Segurança Pública) definirá quantos policiais vão atuar e os locais. Na terça-feira definiremos o número de policiais locais, da Força Nacional e das Forças Armadas", informou.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Adicione o número (11) 99371-2832 aos seus contatos, mande um WhatsApp para nós e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio-2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.