Marco Galvão / CBF
Marco Galvão / CBF

Arana revela 'frio na barriga' por estreia contra a Alemanha nos Jogos Olímpicos

Brasil entra em campo na quinta-feira, em Yokohama, no primeiro jogo na Olimpíada

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2021 | 14h29

Vislumbrado com a cidade de Yokohama, palco da estreia da seleção masculina de futebol contra a Alemanha, na Olimpíada de Tóquio-2020, nesta quinta-feira, o lateral-esquerdo Guilherme Arana revelou que o grupo, que busca o ouro olímpico pela segunda vez, está com “frio na barriga” para a primeira partida na competição.

“Ansiedade é muito grande, eu não conhecia o Japão ainda. É um país incrível, de pessoas incríveis. O grupo está muito ansioso, com muito frio na barriga de querer estrear logo, não vemos a hora”, disse Guilherme Arana durante entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira.

Se na Copa do Mundo o Brasil tem ainda o fantasma alemão do 7 a 1, naquela noite de semifinal do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em 2014, na Olimpíada a seleção vem do Rio-2016 com confiança, após conquistar, justamente em cima da Alemanha, o ouro inédito na modalidade. Mesmo assim, o lateral-esquerdo do Atlético-MG demonstrou imenso respeito aos adversários. “É uma camisa pesada também, uma seleção que tem muitos títulos. A gente tem que respeitar”.

Sobre ser titular na equipe do técnico André Jardine, o jogador de 24 anos disse na coletiva que tem uma “disputa sadia” com Abner, lateral-esquerdo do Athletico-PR. “Sempre trabalho para estar dentro de campo. Todos querem jogar. Eu respeito muito as decisões do professor Jardine. Tem o Abner ali também, já concentrei com ele, conversamos muito. É um excelente moleque também. Tem qualidade imensa na lateral. Ele briga pelo dele, eu pelo meu, é uma disputa sadia. A gente deixa essa decisão para o Jardine”, contou.

TIME COMPLETO

 Último atleta a chegar em Yokohama para o treino de segunda-feira no Hodogaya Park Soccer Field, Malcom se apresentou à seleção olímpica e, agora, o elenco convocado por Jardine está completo. O atacante do Zenit St.Petersburg, da Rússia, se mostrou empolgado por chegar ao Japão para a disputa dos Jogos de Tóquio-2020.

"Sensação única de poder representar o meu país. Estou muito ansioso para começar a treinar com o grupo. Tenho dois dias aí para trabalhar e conhecer os novos companheiros antes da nossa estreia", comentou.

O primeiro jogo da seleção brasileira masculina de futebol será contra a Alemanha, pelo Grupo D, nesta quinta-feira, às 8h30 (de Brasília). A modalidade começa antes mesmo da abertura da Olimpíada por causa da agenda mais extensa de eventos e partidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.