Dominic Ebenbichler/Reuters
Dominic Ebenbichler/Reuters

Atleta canadense dos Jogos de Inverno é acusado de roubo na Coreia do Sul, diz polícia

Furto de carro teria ocorrido no sábado em conjunto com a esposa e o empresário

Reuters

24 Fevereiro 2018 | 16h49

O esquiador canadense David Duncan, que disputa os Jogos Olímpicos de Inverno, foi acusado de roubar um carro nas primeiras horas de sábado, informou a polícia da Coreia do Sul.

+ Leia mais notícias sobre os Jogos de Inverno 2018

Um policial encarregado de crimes internacionais no departamento de polícia de Gangwon disse que o atleta, sua esposa e o empresário Willy Raine entraram em um carro destrancado que havia sido deixado desocupado com o motor ligado em Pyeongchang.

O policial disse que o empresário partiu com o carro antes de ser parado pela polícia. Raine foi acusado ainda de dirigir embriagado.

Assim que a investigação estiver concluída os resultados serão enviados para a procuradoria, disse o policial, acrescentando que a menos que o delito fosse classificado como crime sério, os acusados devem ser liberados para deixar o país após pagar uma multa.

Em uma coletiva de imprensa no sábado, o presidente do Comitê Olímpico Canadense, Chris Overholt, disse que estava ciente da situação, mas se recusou a confirmar as identidades das três pessoas.

“Nós podemos confirmar que ocorreu um incidente evolvendo a polícia por volta de meia noite de sexta-feira ou início do sábado”, disse Overholt.

“Nós temos confirmação de que indivíduos ligados à nossa equipe estão envolvidos na investigação e estão cooperando. Nós levamos esse assunto muito a sério. No entanto, até sabermos os resultados da investigação não estamos em posição de comentar mais”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.