Hassan Ammar/ AP
Hassan Ammar/ AP

Atleta de Burkina Faso bate recorde mundial indoor do salto triplo

Em Aubierre, na França, Hugues Fabrice Zango alcançou a marca de 18,07 metros

Redação, Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2021 | 18h26

O atleta Hugues Fabrice Zango bateu o recorde mundial indoor do salto triplo, ao alcançar a marca de 18,07 metros. Ele atingiu o feito em sua sexta e última tentativa em um evento neste sábado, em Aubierre, na França, sendo também o primeiro a superar a marca de 18 metros.

Hugues Zango, o primeiro atleta de Burkina Faso a estabelecer um recorde mundial, superou o próprio treinador, o francês Teddy Tamgho, detentor do recorde anterior, ao saltar 15 centímetros mais distante. Com a conquista, Zango superou seu recorde pessoal, que era 30cm menor.

O atleta foi parabenizado pelo presidente de Burkina Faso, Roch Kabore, que, em postagem em sua página do Facebook, disse que Zango "segura a bandeira de Burkina Fasso muito alto e nos enche de orgulho" e pediu seguisse com sua preparação "para uma performance brilhante nos próximos Jogos Olímpicos".

O recorde mundial do salto triplo ao ar livre é de 18,29 metros e pertence ao britânico Jonathan Edwards, que atingiu a marca em 1995, na cidade de Gotemburgo, na Suécia.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoOlimpíada 2020 Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.