David Gray/Reuters
David Gray/Reuters

Atletas da Austrália e Grã-Bretanha são assaltados no Rio

O nadador Joshua Palmer teria sido obrigado a sacar R$ 1 mil; australiano, no entanto, não registrou ocorrência

Clarice Cudischevitch, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2016 | 20h45

O nadador australiano Joshua Palmer afirmou ter sido assaltado na noite de quinta-feira, 18. Segundo o site G1, ele e o colega Emma Mckeon decidiram estender a noite após estar em uma casa noturna em Copacabana com outros atletas. Palmer disse que foi abordado por um homem, que o obrigou a sacar R$ 1 mil. 

O nadador, no entanto, não registrou ocorrência, e as Polícias Civil e Militar não têm informações sobre o caso. A Polícia civil informou, ainda, que vai instaurar procedimento para apurar o crime a partir do que foi veiculado na imprensa, e as vítimas serão ouvidas. O Comitê Olímpico Australiano não comentou o caso. 

Por terem chegado tarde à Vila Olímpica, Palmer e Mckeon foram punidos pelo Comitê de seu país e não poderão participar da cerimônia de encerramento nem sair da vila, a menos que seja para ir a eventos esportivos. 

O Comitê Olímpico Britânico informou que um de seus atletas também sofreu um assalto ao voltar para as acomodações, na noite de terça-feira, 16. Foi divulgada uma nota informando que todos da delegação estão bem. De acordo com o jornal inglês The Guardian, o Comitê enviou um e-mail aos atletas afirmando que "não vale o risco" de sair da Vila Olímpica para celebrar o término das competições. A carta também os orienta a não deixar a vila com roupas que os identifiquem como atletas britânicos.

"O Rio NÃO é um ambiente seguro, e o nível de criminalidade disparou nos últimos dias", diz um trecho do e-mail divulgado pelo The Guardian. "Pense muito bem se vale a pena o risco de deixar a Vila para celebrar depois de ter terminado a competição - a equipe BOA/UKA não pode garantir sua segurança quando longe da Vila/British School/British House. Nosso forte conselho é que simplesmente não vale o risco, dado o clima atual no Rio."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.