Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Flavio Florido/Exemplus/COB
Flavio Florido/Exemplus/COB

Atletismo anuncia 52 convocados e Brasil já tem 309 classificados para Tóquio

Delegação é a maior da modalidade para uma edição de Jogos Olímpicos fora de casa

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

01 de julho de 2021 | 15h39

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta quinta-feira que a modalidade terá 52 atletas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, formando a maior delegação do atletismo brasileiro em uma Olimpíada fora de casa. Com este anúncio, o número de classificados do Brasil para a disputa na capital japonesa subiu para 309.

No começo da semana, o Brasil já havia garantido o recorde de atletas numa edição dos Jogos fora de casa. Até então, a marca era de 277, que competiram nos Jogos de Pequim-2008. A representatividade nesta edição olímpica só não é maior que no evento anterior, no Rio, em 2016, quando o Brasil contou com 465 atletas. Isso porque, por ser sede dos Jogos, muitas modalidades tinham suas cotas máximas de vagas garantidas e outras nas quais o Brasil não costuma se classificar tiveram participação, como hóquei sobre a grama.

Até antes do anúncio desta quinta, o atletismo tinha apenas 31 garantidos em Tóquio, com base no índice olímpico e nos revezamentos. Com o critério adicional do ranking mundial, atualizado nesta quinta, a lista aumentou para 52. No Rio, com a vantagem de contar com atletas em quase todas as provas por ser país-sede, a equipe bateu o recorde, com 67. Em Londres-2012, foram 36 e, em Pequim-2008, foram 45.

"Nossa delegação é grande, perdeu para Rio-2016. Mas, se levarmos em consideração as condições vividas neste ciclo olímpico, esse número tem um valor ainda maior. A pandemia trouxe uma série de problemas. Apesar disso, conseguirmos compor uma delegação bastante grande", comentou Domingos Pandeló, gerente técnico da CBAt.

A lista do atletismo tem oito atletas dentro do Top 20 do ranking mundial atual. Núbia Soares é a mais bem colocada, no sexto lugar do salto triplo, com 14,68 metros. Além disso, no revezamento, o Brasil tem a 10ª marca do ano no 4x400 metros misto.

"Pretendemos aumentar o número de finais (em Tóquio), pelo menos em duas em relação aos Jogos anteriores, em que tivemos 11 finais. É o que buscamos e o que procuramos como meta: aumentar o número de finais porque entendemos que é a zona da medalha. Quanto mais finalistas tivermos na delegação, mais perto da zona de medalha nós estaremos", afirmou Claudio Castilho, diretor executivo e chefe da missão do atletismo em Tóquio.

Na delegação brasileira, a maior renovação acontece entre os homens. Entre eles, 58,1% vão disputar uma Olimpíada pela primeira vez. Entre as mulheres, mais experientes, a renovação é menor, de 38,1%. O atletismo brasileiro vai embarcar rumo à capital japonesa no dia 16 de julho. A Olimpíada começa no dia 23.

Confira abaixo a lista dos classificados para a Olimpíada:

  • Paulo André Camilo - 100m , 200m e 4x100m
  • Felipe Bardi - 100m e 4x100m
  • Jorge Vides - 200m e 4x100m
  • Rodrigo do Nascimento - 100m e 4x100m
  • Aldemir Junior - 200m
  • Lucas Carvalho - 400m e 4x400m misto
  • Rosângela Santos - 100m e 4x100m
  • Vitória Rosa - 200m, 100m e 4x100m.
  • Ana Carolina Azevedo - 200m e 4x100m
  • Bruna Farias - 4x100m
  • Ana Claudia Lemos - 4x100m
  • Tiffani Marinho - 400m e 4x400m misto
  • Derick de Souza - 4x100m
  • Anderson Henriques - 4x400m misto
  • Tabata Carvalho - 4x400m misto
  • Geisa Coutinho - 4x400m misto
  • Pedro Luiz - 4x400m misto
  • Gabriel Constantino - 110m com barreiras
  • Eduardo de Deus - 110m com barreiras
  • Alison dos Santos - 400m com barreiras
  • Marcio Teles - 400m com barreiras
  • Chayenne Silva - 400m com barreiras
  • Ketiley Batista - 100m com barreiras
  • Rafael Pereira - 110m com barreiras
  • Tatiane da Silva - 3000m com obstáculos
  • Simone Ferraz - 3000m com obstáculos
  • Altobeli da Silva - 3000m com obstáculos
  • Thiago Rosário - 800m e 1.500m
  • Eliane Martins - salto em distância
  • Samory Uiki - salto em distância
  • Thiago Braz - salto com vara
  • Augusto Dutra - salto com vara
  • Alexsandro Melo - salto triplo e salto em distância
  • Almir Cunha - salto triplo
  • Núbia Soares - salto triplo
  • Fernando Ferreira - salto em altura
  • Thiago Moura - salto em altura
  • Geisa Arcanjo - arremesso de peso
  • Izabela da Silva - lançamento de disco
  • Laila Ferrer - lançamento do dardo
  • Darlan Romani - arremesso do peso
  • Andressa Oliveira de Moraes - lançamento do disco
  • Fernanda Borges - lançamento do disco
  • Jucilene de Lima - lançamento do dardo
  • Daniel Nascimento - maratona
  • Daniel Chaves - maratona
  • Paulo Roberto de Paula - maratona
  • Caio Bonfim - marcha atlética de 20km
  • Matheus Correa - marcha atlética de 20km
  • Lucas Mazzo Marcha - marcha atlética de 20km
  • Erica Rocha de Sena - marcha atlética de 20km
  • Felipe dos Santos - decatlo
Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada 2020 Tóquioatletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.