David J. Phillip / AP
David J. Phillip / AP

Atletismo brasileiro tem primeiro dia marcado por eliminações na Olimpíada de Tóquio

Revezamento 4x400 metros misto, Núbia Soares (salto triplo) e Geisa Arcanjo (arremesso de peso) não conseguiram avançar à final

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2021 | 12h06

No dia de estreia do atletismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o Brasil acumulou algumas eliminações nesta sexta-feira depois de Alison dos Santos, o Piu, conseguir a única classificação brasileira na prova dos 400 metros com barreira - ele passou às semifinais.

No 4x400 metros misto, prova que faz a sua estreia na atual edição, o Brasil chegou a bater o recorde sul-americano,  com o tempo de 3min15s89, mas não foi o bastante para Anderson Henriques, Tiffany Marinho, Tabata Vitorino e Pedro Burmann passarem para a final. O revezamento terminou na 12.ª colocação e apenas os oito melhores tempos avançaram.

Em outra prova, no salto triplo feminino, Núbia Soares representou o Brasil e não conseguiu estar entre as 12 melhores para disputar o pódio. Na melhor tentativa, ela conseguiu 14,07m, que lhe deu o 17º lugar geral.

No arremesso de peso feminino, Geisa Arcanjo era a única brasileira com chances de medalha, mas foi eliminada com o 15.º lugar na classificação geral. A brasileira lançou para 16,46 metros, no entanto só a partir dos 18,80 havia alguma chance.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.