Reprodução| Facebook
Reprodução| Facebook

Australiana de 19 anos morre em seletiva de hipismo para o Rio-2016

Caitlyn Fischer caiu embaixo do cavalo enquanto realizava exercício de aquecimento, em Sydney

O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2016 | 18h16

Uma amazona australiana de 19 anos morreu na manhã deste sábado após cair embaixo do cavalo durante a seletiva local de hipismo para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, disputada em Sydney. 

Enquanto realizava um exercício de aquecimento no estilo cross-country, Caitlyn Fischer caiu ao tentar saltar sobre um obstáculo de 1,1m e foi atingida pelo animal, Ralph. Logo após a queda, paramédicos correram para socorrê-la, mas não foram capazes de reanimar a jovem. 

A mãe da atleta, Alissa Carr, estava presente no evento em Sidney e também correu ao encontro da filha. O pai e o irmão de Caitlyn estão a caminho de Sydney para ficarem ao lado da mãe. 

A Equestrian Australia, equivalente à confederação nacional do esporte, cancelou a competição, que começara na sexta e terminaria neste domingo (1). Segundo a organização, o cabalo Ralph se encontra em condições estáveis e está sob os cuidados de veterinários. 

O acidente fatal de Caitlyn Fischer é o segundo neste mês de abril na Austrália. No último dia 6, Olivia Inglis, de 17 anos, também foi atingida pelo animal em outra seletiva local. À época, Fischer publicou uma foto em sua conta no Facebook com a legenda "Corremos por Olivia", em memória a Inglis. 

Além da polícia local, a Federação Internacional de Hipismo também irá conduzir uma investigação da morte de Fischer. Wayne Roycroft, atleta e técnico australiano que participará do inquérito, não acredita que os incidentes possuem alguma ligação. "O esporte possui seus perigos, mas claro que é uma tragédia total que tivemos essas duas ocorrências. Nós poderíamos dizer que são acidentes 'malucos'. Não há resposta verdadeira sobre como ou por quê. São acidentes que acontecem", disse Roycroft ao jornal local ABC News.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.