Autoridades chinesas apóiam Liu Xiang após desistência

Autoridades chinesas demonstraram seuapoio a Liu Xiang -- campeão dos 110 metros com barreiras queatordoou o país com sua repentina desistência dos Jogos dePequim -- e pediram que ele supere sua contusão e retorne para"a glória". Liu era a maior esperança de medalha de ouro no atletismodo país sede dos Jogos, e sua atormentada desistência nos 110metros com barreiras, na segunda-feira, foi uma bomba no paísem que sua imagem está estampada em incontáveis outdoors. Em um sinal do prestígio nacional do barreirista, ovice-presidente Xi Jinping mandou votos de melhoras para oatleta, segundo informou a mídia na terça-feira (horáriolocal). A liderança do Partido Comunista ficou "muito preocupadacom a contusão de Liu Xiang e espera que receba tratamentoimediato e que fique bem logo", disse a mensagem de Xi,distribuída pela agência de notícias Xinhua. "Todo mundo vai entender porque Liu Xiang teve queabandonar a competição devido à contusão e esperamos que eledeixe de lado o peso em sua mente e direcione a cabeça nadireção de superar a contusão", disse Xi, favorito parasubstituir Hu Jintao como presidente em cinco anos. "Eleve seu espírito de luta e busque conquistar a honramaior para a pátria-mãe." Liu prometeu buscar um breve retorno às competições,segundo a agência Xinhua. A mensagem, também publicada na primeira página do Diáriodo Povo, jornal oficial do Partido, destacou como a luta de Liupara repetir a vitória dos Jogos de Atenas-2004 significa muitoem uma país onde o ouro no atletismo continua escasso, apesarda posição da China no topo do quadro de medalhas. Depois de uma falsa largada em sua eliminatória, Liucambaleou por alguns passos, atormentado pela contusão em seupé direito, antes de sair mancando do lotado Ninho do Pássaroem silêncio atordoado. O abandono de Liu e seu futuro nebuloso tem dominado asconversas e comentários na China, fazendo sombra ao domínio danação no quadro de medalhas. Sua mãe, Ji Fenhua, disse que oatleta de 25 anos sentiu pressão. "Se eu não treinar, vou deixar muita gente triste", teriadito Liu, segundo sua mãe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.