Peter Cziborra| Reuters
Peter Cziborra| Reuters

Azerbaijão é ouro, mas prata no tae-kwon-do faz Níger ter 2ª medalha na história

Última conquista olímpica de nigerinos havia sido no boxe, em Munique-1972

Estadão Conteúdo

20 Agosto 2016 | 23h09

Radik Isaev, do Azerbaijão, venceu Abdoulrazak Alfaga, do Níger, por 6 a 2 neste sábado à noite, na Arena Carioca 3, e faturou o ouro no tae-kwon-do na categoria acima de 80kg nos Jogos Olímpicos do Rio. Foi a primeira conquista de medalha dourada para o país nesta edição da Olimpíada.

O Azerbaijão chegou ao total de 15 medalhas no Rio. Além do ouro nesta modalidade, tem outras quatro pratas e dez bronzes. Para o Níger, apesar da segunda colocação, o feito é ainda mais importante, pois foi o melhor resultado do país na história das Olimpíadas.

O único pódio do Níger até então havia acontecido nos Jogos de Munique, em 1972, quando Issaka Daborg terminou na terceira colocação no boxe, categoria meio-médio ligeiro. Agora, 44 anos depois, Alfaga fatura a medalha de prata e encerra o longo jejum de pódios do país africano.

FEMININO

Na categoria acima de 67kg, a chinesa Shying Zheng derrotou a mexicana Marial del Espinoza por 5 a 1 e ficou com a medalha de ouro. Os bronzes foram para a norte-americana Jackie Galloway e a britânica Bianca Walkden, que derrotaram nas repescagens a francesa Gwladys Epangue e a marroquina Wiam Dislam, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.