Barcellos lamenta 'falta de competência' da seleção brasileira

Para o técnico, Brasil dominou o jogo contra os EUA, mas não soube aproveitar as oportunidades de gol

Agência Estado,

21 de agosto de 2008 | 14h13

O técnico da seleção brasileira feminina de futebol, Jorge Barcellos, lamentou a falta de competência nas finalizações da equipe na final contra os Estados Unidos, nesta quinta-feira, em que o Brasil perdeu por 1 a 0 na prorrogação, gol de Lloyd. "Tem oportunidade, precisa fazer o gol. Dominamos o jogo o tempo todo, controlamos como quisemos, mas não aproveitamos as oportunidades. Eles foram mais competentes. Chutamos várias vezes e não fizemos. Eles chutaram uma vez e marcaram", afirmou o técnico sem disfarçar sua decepção.     Veja também:  Brasil perde dos EUA e repete a prata no futebol feminino Marta se pergunta: o que acontece com a seleção em finais? Goleira do Brasil diz que faltou variação tática à equipe  Brasil sempre chega em finais, por que não ganha?A campanha brasileira na Olimpíada de Pequim   Sobre a medalha de prata conquistada, o técnico deu pouca importância. "Todo mundo luta pelo ouro. O ouro massifica o trabalho, dá motivação, não adianta negar", comentou.   Apesar da evidente sensação de derrota, o técnico fez previsões otimistas para o futuro da modalidade no Brasil: "Agora, é preciso botar a cabeça no lugar e pensar com calma. Temos de entender que estamos chegando em todas as finais que disputamos e que o time vem numa ascensão clara".   A goleira Bárbara, porém, fez questão de lembrar um desabafo da jogadora Marta ao longo da partida. "Ela disse que não sabe o que está faltando para a gente ganhar uma medalha de ouro. Eu penso a mesma coisa. O que acontece que a bola do nosso time entrou contra a Alemanha na semifinal e não entrou hoje? O que aconteceu que o chute da Marta entrou na semifinal e não entrou na final? O que acontece que eu não consegui pegar aquela bola? Sinceramente, não tenho respostas", lamentou a goleira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.