Bayern de Munique não libera Lúcio para os Jogos Olímpicos

Zagueiro brasileiro fica chateado, mas diz que vai acatar a decisão dos dirigentes do clube alemão

Efe,

08 de maio de 2008 | 13h10

O Bayern de Munique, que garantiu recentemente o título Campeonato Alemão desta temporada, disse que não liberará o zagueiro Lúcio para fazer parte da seleção brasileira que disputará os Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. O jogador, nome praticamente certo entre os três acima de 23 anos que poderiam ser convocados, aceitou a decisão, mas admitiu que gostaria de disputar os Jogos. "O clube tem direito a tomar essa decisão e aceitarei, mas fico triste. Os Jogos Olímpicos são importantes, mas não tanto como uma Copa do Mundo", disse Lúcio. Outro que não será liberado é o argentino Martín Demichelis, que forma a dupla de zaga com Lúcio e vive a mesma situação do brasileiro. "São jogadores que devem disputar o Mundial. Os Jogos Olímpicos são para menores de 23 anos", disse o diretor do Bayern, Uli Hoeness, ao fazer o anúncio. Se os dois fossem para a China, o Bayern ficaria sem sua zaga titular na fase inicial da Copa da Alemanha e nas duas primeiras partidas do Campeonato Alemão. Entretanto, o clube disse que não terá problemas para liberar o também zagueiro Breno, revelação do Brasileiro de 2007 vestindo a camisa do São Paulo. Ele vem ocupando o banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.