BMX define seus primeiros campeões olímpicos

Estrante nos Jogos, o BMX (bicicle motocross) definiu, nesta sexta-feira, seus primeiros campeões olímpicos. No masculino o ouro ficou com o letão Maris Strombergs e no feminino, com a francesa Anne-Caroline Chausson. O norte-americano Mike Day ficou com a prata, seguido de seu compatriiota Donny Robinson, bronze. No feminino, Laetitia Le Corguille fechou a dobradinha francesa no pódio, seguida da medalha de bronze Jill Kintner, dos Estados Unidos. A prova masculina foi marcada por uma série de acidentes que deixaram vários competidores fora da pista. O sul-africano Sifiso Nhlapo caiu em uma curva logo após o grande salto, saindo fora da pista e levando alguns competirores com ele. Robinson estava logo à frente de Nhlapo e saiu ileso, pedalando forte para o bronze. Stombergs assumiu a liderança logo na saída, pilotando com segurança pelas curvas, enquanto Day tentava superá-lo, sem sucesso. Entre as meninas, os acidentes também marcaram a prova. A canadense Sammy Cools foi para o chão antes da primeira curva. Quase no fim, outra batida definiu os resultados. A britânica Shanaze Reade, uma das favoritas para o ouro, tentou passar Anne-Caroline na última curva, mas bateu em sua roda traseira e foi para o chão. As provas finais do BMX estavam previstas para a última quinta-feira, mas foram adiadas para esta sexta devido à forte chuva registrada na véspera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.