Wu Hong/EFE
Wu Hong/EFE

Bolt desiste de correr em Bruxelas e só voltará a competir em 2016

'Estou feliz de acabar a temporada sem lesões', afirma o jamaicano

Estadão Conteúdo

07 de setembro de 2015 | 12h14

A temporada de Usain Bolt chegou ao fim. Nesta segunda-feira, o astro jamaicano anunciou que desistiu de participar da etapa de Bruxelas da Liga Diamante, marcada para a próxima sexta, e confirmou que só voltará a competir em 2016, já pensando nos Jogos Olímpicos do Rio.

Após ter a sua soberania nas provas de velocidade colocada em dúvida, Bolt voltou a mostrar ser um dos maiores nomes da história do esporte ao conquistar três medalhas de ouro no Mundial de Atletismo, nas provas dos 100 e 200 metros, além do revezamento 4x100 metros com a equipe jamaicana, na competição realizada em Pequim no fim de agosto.

Agora Bolt desistiu de participar de qualquer evento no restante do ano, tirando algumas semanas para descansar, antes de voltar aos treinamentos já pensando na sua participação para a Olimpíada de 2016, quando tentará ampliar a sua coleção de medalhas de ouro.

 

After the excitement of the past few weeks at the World T&F Championships in Beijing I have decided not to race again in...Posted by Usain Bolt on Segunda, 7 de setembro de 2015

 

"Depois da emoção das últimas semanas no Mundial de Atletismo de Pequim, decidi não correr novamente em 2015. Já estou pensando no próximo ano e nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio, onde vou tentar defender meus títulos nos 100m, nos 200m e no 4x100 metros. Vou curtir um curto intervalo nos treinos agora para recarregar antes de voltar a treinar no próximo mês", escreveu Bolt em seu perfil na rede social Facebook.

O astro jamaicano estava previsto para competir em Bruxelas na próxima sexta-feira na última etapa da Liga Diamante na prova dos 200 metros. Agora, porém, as últimas lembranças sobre Bolt em 2015 serão mesmo da sua impressionante participação no Mundial e Atletismo.

"Eu estava ansioso para correr lá este ano, mas estou feliz de acabar a temporada sem lesões e pronto para ir para 2016. Recebi apoio inacreditável nas últimas semanas e gostaria de agradecer a todos os fãs por sua boa vontade", concluiu o velocista jamaicano.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.