Brasil conquista o ouro na decisão de duplas da bocha

Na final BC 4, Dirceu Pinto e Eliseu Santos derrotam os portugueses Bruno Valentim e Fernando Pereira

Redação,

12 de setembro de 2008 | 02h19

O Brasil voltou a brilhar na disputa da bocha categoria BC 4 (para atletas com distrofia muscular) dos Jogos Paraolímpicos de Pequim. Na final das duplas, Dirceu Pinto e Eliseu Santos conquistaram a medalha de ouro ao derrotarem os portugueses Bruno Valentim e Fernando Pereira por 5 a 2, num jogo emocionante.   Veja também: Números da história do Brasil na Paraolimpíada  Vote: Brasil terminará entre os 10 primeiros no quadro?   No primeiro game, os brasileiros abriram boa vantagem e fizeram dois pontos. A reação portuguesa aconteceu em seguida, quando a dupla conseguiu o empate. Mais concentrados, Dirceu e Eliseu fizeram um bom arremesso e marcaram um ponto no terceiro game.   Com a vantagem por 3 a 2, os brasileiros quebraram todas as tentativas dos portugueses de encostar no quarto e último game a bola no bolim (bola branca central, onde os competidores devem aproximar suas bolas para marcarem pontos).   Esta foi a terceira conquista da bocha em Pequim. Na disputa individual do BC 4, Dirceu Pinto conquistou a medalha de ouro, enquanto Eliseu Santos ficou com o bronze.   A campanha brasileira nas duplas foi espetacular. Depois de um tropeço nas eliminatórias, eles derrotaram os eslovacos Martin Streharsy e Robert Durkovic por 5 a 0 nas quartas-de-final. Na semifinal, foi a vez de bater os checos Radek Prochazka e Ladislav Kratina por 4 a 1.   Os checos, aliás, conquistaram a medalha de bronze nas duplas. Radek Prochazka e Ladislav Kratina derrotaram os espanhóis Jose Maria Dueso e Maria Desamparados Baixauli com facilidade, por 7 a 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.