Reuters
Reuters

Brasil é atropelado pela Hungria e brigará pelo sétimo lugar no polo aquático

Dois atletas brasileiros haviam sido cortados antes da partida por indisciplina

Estadão Conteúdo

18 de agosto de 2016 | 12h27

A campanha da seleção brasileira masculina de polo aquático terminará de forma melancólica na Olimpíada do Rio. Da esperança de medalha, que cresceu com a surpreendente vitória sobre a Sérvia, à eliminação nas quartas de final para a Croácia, agora o País terá que se contentar com a disputa pelo sétimo lugar. Nesta quinta-feira, já pelo torneio de consolação, foi atropelado pela Hungria por 13 a 4, no Estádio Aquático Olímpico.

A queda para a Croácia nas quartas tirou qualquer chance de medalha do Brasil, que se vencesse nesta quinta, disputaria o quinto lugar do torneio. Só que o time da casa entrou na piscina visivelmente desmotivado, condição que pode ter ganhado força depois que dois jogadores, Vinicius Antonelli e Paulo Salemi, foram cortados na última quarta por terem "escapado" da Vila Olímpica.

Diante de um país nove vezes campeão olímpico, sendo três nas últimas quatro edições dos Jogos, esta desatenção no início da partida foi determinante para o resultado. Sem maiores dificuldades, os húngaros aproveitaram para abrir vantagem no placar já no primeiro quarto, fazendo 4 a 1. No segundo, mais três gols dos europeus sem resposta brasileira.

Quando o placar apontava 9 a 1, o Brasil acordou, mas aí já era tarde. O 11 a 4 ao fim do terceiro período já mostrava que o quarto final serviria apenas para cumprir o protocolo. E nele, somente a Hungria marcou, mais duas vezes, para fechar o placar.

Agora, o Brasil se prepara para tentar ao menos se despedir da Olimpíada com vitória. No sábado, enfrentará o perdedor do confronto entre Grécia e Espanha, que se enfrentam ainda nesta quinta, na briga pela sétima posição. Independentemente do resultado, o País já alcançou seu melhor resultado em Jogos.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.