Matthias Schrader/ AP
Matthias Schrader/ AP

Brasil fica sem representantes nos 100 metros rasos feminino nos Jogos de Tóquio

Rosângela Santos obtém 28º tempo, enquanto Vitória Rosa se poupa para os 200 metros rasos

Redação, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2021 | 03h12

O atletismo brasileiro não tem mais representantes na prova dos 100 metros rasos feminino. Nesta sexta-feira, Rosângela Santos ficou apenas com o 28º tempo, ao completar a prova em 11s33, enquanto Vitória Rosa nem entrou na pista, se poupando para os 200 metros rasos.

Rosângela e Vitória Rosa ficaram fora das semifinais da prova e vão se concentrar na disputa do revezamento 4x100, quando participarão com a equipe brasileira. "Foi muito aquém do que eu gostaria. O tempo foi muito ruim. Errei muito. A minha saída foi muito ruim, deveria ter reagido melhor na largada, isso pode ter me custado a prova", disse Rosângela, após a corrida.

"Mas agora é focar no revezamento. Ainda tenho mais uma missão aqui em Tóquio. Vamos treinar para ajudar no revezamento (4x100). Não se pode mudar o passado, vamos focar no futuro e esquecer o que passou. Vamos trabalhar porque tem mais coisas para fazer", completou a velocista.

Marie-Josee Lou, da Costa do Marfim, fez o melhor tempo das eliminatórias, com 10s78, seguida pelas jamaicanas Elaine Thompson-Herah (10s82) e Shelly-Ann Fraser-Pryce (10s84).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.