Brasil foi 'pequeno' e Ronaldinho ficou isolado, diz Maradona

Para ex-craque argentino, seleção de seu país 'foi superior em cada metro do campo' e mereceu vitória

Ansa,

19 de agosto de 2008 | 13h39

Após a derrota do Brasil para a Argentina pelo placar de 3 a 0, o ex-craque argentino Diego Maradona criticou o time de Dunga, declarando que "faz tempo que não vejo um Brasil tão pequeno e tão defensivo". "O Brasil atua melhor do que mostrou hoje, porém esta seleção Sub 23 mostrou muita pequenez na hora de jogar. Em nenhum momento saiu com a bola no pé, Ronaldinho ficou isolado e a Argentina foi superior em cada metro do campo", analisou.     Veja também:  Brasil perde para a Argentina e sonho do ouro olímpico terminaA campanha brasileira na Olimpíada de Pequim Vote: Dunga deve permanecer no comando da seleção?   Após a partida, Maradona recebeu de presente a camisa e a faixa de capitão usadas pelo armador argentino Juan Román Riquelme. O ex-craque revelou que quase chorou quando Riquelme disse que Maradona nunca deveria tê-las tirado.   Maradona, que está hospedado na concentração junto com o elenco, advertiu que "resta ainda um bom caminho" para a conquista do ouro, porque "hoje a Nigéria ganhou muito bem", referindo-se à outra partida das semifinais, em que a seleção africana goleou a Bélgica por 4 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.