Brasil goleia a Alemanha, vai à final e garante prata no futebol

Marta e Cristiane, em atuação de gala, comandam a vitória sobre a campeã mundial e pegam de novo os EUA

Redação

18 de agosto de 2008 | 08h54

A seleção brasileira de futebol feminino exorcizou qualquer temor que tivesse da seleção alemã. Com uma vitória por 4 a 1, Marta e Cristiane - numa atuação de gala no segundo tempo - e todo o time se vingaram da derrota na final da última Copa do Mundo e garantiram a vaga na final da Olimpíada, além de já ter, no mínimo, garantido mais uma vez a medalha de prata. Agora, decide na sexta, às 10 horas (de Brasília) o ouro contra os Estados Unidos.Veja também: A campanha brasileira na Olimpíada de PequimA expectativa é grande com a repetição da decisão contra as americanas, de quem perderam nos Jogos de Atenas, em 2004, mas ganharam - do time reserva, é bom ressaltar - no Pan-Americano do Rio, ano passado. É a chance que todas esperavam. As americanas se classificaram ao ganhar por 4 a 2 do Japão, na outra semifinal desta segunda-feira.É também a chance da vingança principalmente para Marta e Cristiane. As duas não tiveram uma boa apresentação no primeiro tempo da partida. E viram as alemãs abrirem o placar logo aos nove minutos, com a artilheira Prinz, aproveitando uma falha de Érika na marcação. Foi o primeiro gol da atacante no torneio, driblando a goleira e tudo.Assim como nos jogos anteriores contra as alemãs, o Brasil se perdeu. Marta chegou a fazer uma falta digna de expulsão em Stegemann, mas a árbitra nada fez. E isso acabou ajudando, após o gol de empate marcado por Formiga, aos 42 minutos ainda da etapa inicial.Era o que o técnico Jorge Barcellos precisava. Após a conversa do intervalo, a seleção brasileira aproveitou os espaços na marcação alemã no contra-ataque e foi fazendo belos gols. Aos 3 minutos Cristiane só tocou após lindo lance de Marta, que cruzou para ela na área. Foi a virada do Brasil. O terceiro foi de Marta, que invadiu a área e tocou na saída da goleira. E a goleada foi sacramenta aos 30 minutos, com Cristiane, que invadiu a área, driblou a defesa e chutou na saída da goleira Angerer, um golaço.Atualizado às 11h51 para atualização e acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.