Brasil vence Bélgica e fica com o bronze no futebol masculino

A medalha de bronze foi o prêmio deconsolação para a seleção brasileira no futebol masculino daOlimpíada de Pequim, após a vitória por 3 x 0 sobre a Bélgica,nesta sexta-feira, na decisão do 3o lugar, em Xangai. Os brasileiros agora aguardam a final entre Argentina eNigéria, no sábado, para subir no degrau mais baixo do pódio,ao contrário do que fez na última vez que conquistou umamedalha olímpica, nos Jogos de Atlanta-1996, quando faltou àcerimônia de premiação. Apesar de ter repetido a mesma postura conservadoraapresentada na derrota por 3 x 0 para os argentinos nasemifinal em Pequim, com apenas um atacante, o Brasil conseguiumarcar dois gols em jogadas pelos flancos para conquistar suaquarta medalha olímpica, após as pratas em 1984 e 1988 e obronze de 1996. Os gols brasileiros foram marcados por Diego e duas vezesJô, este último titular na vaga de Rafael Sóbis, que sofreu umacontusão no cotovelo na semifinal. Os jogadores viajam para Pequim na manhã de sábado (horárioda China) para a entrega das medalhas no estádio Ninho dePássaro, depois da decisão do ouro, de acordo com a programaçãodivulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em Atlanta-1996, o time então treinado por Zagallo recebeusuas medalhas de bronze ainda no gramado depois da disputa dobronze contra Portugal e não esteve no pódio. O último jogo da seleção na Olimpíada de Pequim foijustamente contra o mesmo adversário da estréia. Em seuprimeiro jogo, a equipe do técnico Dunga passou apertado por 1x 0, só conseguindo abrir o marcador depois que a Bélgica teveum jogador expulso no segundo tempo. A derrota para a Argentina na semifinal não pareceu abatera equipe para a disputa do bronze. Mas o time também não mudouseu estilo de jogo, insistindo nos passes laterais entre osdefensores e dependendo de arrancadas individuais para atacar. Numa escapada pela direita, o lateral Rafinha foi até ofundo e deu passe atrás para Diego, que conseguiu antecipar-sea dois marcadores e tocou no cantinho, sem chances de defesapara o goleiro Logan Bailly. A Bélgica teve chance de empatar pouco depois, mas o chutede Kevin Mirallas resvalou na defesa e saiu pela linha defundo. O segundo gol saiu no último minuto da etapa inicial, denovo pela direita. Ramires, que entrou na vaga do suspensoLucas, bateu cruzado da entrada da área e a bola sobrou para Jôapós bater na zaga. O atacante escorou de cabeça para o fundoda rede. Apesar de ter mais espaços para atacar já que a Bélgicasaiu em busca do resultado, os brasileiros passavam bastantetempo trocando passes laterais ainda em seu campo, levando opúblico chinês a vaiar no estádio de Xangai em alguns momentosno segundo tempo. Aos 33 minutos, o Brasil desperdiçou ótima chance de marcaro terceiro, com Marcelo. O lateral-esquerdo recebeu passe porcima de Ronaldinho e bateu de primeira, mas Bailly espalmoubem. Já nos acréscimos, Jô invadiu a área e marcou seu segundogol no jogo, coroando uma exibição em que a equipe mostrouespírito olímpico ao brigar com bastante vontade pela medalha. Depois do bronze em Atlanta-1996, o Brasil foi eliminadonas quartas-de-final em Sydney-2000 e não conseguiuclassificação para Atenas-2004. A expectativa para o inéditoouro olímpico agora se volta para Londres-2012.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.