Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Brasileira Kahena Kunze e o espanhol Iago se encontram pelos mares do mundo

Velejadores começaram namoro em janeiro do ano passado

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2016 | 05h00

A velejadora Kahena Kunze, de 25 anos, encontra seu amor em cada porto. Desde janeiro do ano passado, ela e Iago Lopez-Marra, de 26 anos, atleta da seleção espanhola de vela, estão namorando. “A vela é uma grande família, a gente fica amigo de todo mundo. Iago foi uma pessoa que me encantou desde o início. Nunca o vi de mau humor. A gente estava ali, montando um barco junto, e teve um dia que ele me chamou para conversar. E foi indo, de regata em regata”, conta, ela.

Tudo começou em Miami, numa das etapas da Copa do Mundo da Federação Internacional de Vela. Ela e a parceira Martine Grael terminaram a regata com bronze. Kahena e Iago voltaram a se encontrar em março daquele ano em Hyères, na França. A dupla brasileira ficou com prata. Os namorados voltaram a se ver em junho, em Weymouth, na Inglaterra. As brasileiras saíram da competição com ouro.

No último ano, Iago veio algumas vezes para o Rio, onde participou do evento-teste e tem treinado para as provas. Ele passou as temporadas no Brasil numa casa no Cosme Velho, zona sul, alugada pela equipe espanhola. Aproveitou para surfar. A remota Reserva, na zona oeste, é sua praia favorita. 

Foi Iago quem revelou o namoro ao Estado. “Mas só pode publicar se ela deixar”, avisou. Com Kahena, aprendeu português. O combinado era ele ensiná-la o espanhol. Iago ainda não cumpriu sua parte do trato. “É difícil namoro a distância. Mas é bom tê-lo por perto nos campeonatos. Aqueles dias em que você está mais cansada e encontra apoio”, disse Kahena, carioca da Urca, zona sul.

Iago e Kahena competem na mesma categoria - ele na 49er, ela na 49erFX, que utiliza embarcação leve, tripulada por duas pessoas. “Ele adora mexer com barco, fazer a manutenção e já foi a Niterói me ajudar na manutenção do barco”, contou Kahena,

Ela está concentrada no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca. “Ele super me entende, vai me deixar à vontade porque sabe o quanto é importante para a gente essa concentração. O legal é que ele tem chance de medalha também”, disse Kahena.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos olímpicosOlimpíadaRIo 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.