Brasileiras perdem na semifinal do vôlei de praia dos Jogos

Renata e Talita não realizam uma boa partida e caem diante das norte-americanas Walsh e May por 2 sets a 0

Redação,

18 de agosto de 2008 | 22h41

Pela primeira vez na história do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos, o Brasil não terá uma dupla na final feminina. As brasileiras Renata e Talita foram derrotadas na manhã desta terça-feira (horário chinês) pelas norte-americanas Walsh e May por 2 sets a 0, com parciais de 21/12 e 21/14, em partida disputada na Arena de Vôlei de Praia de Chaoyang.  Veja também: Brasil tem adversário definido na disputa do bronze na praia Renata admite que seria difícil vencer as norte-americanasA campanha brasileira na Olimpíada de Pequim O Brasil sempre ganhou medalha no vôlei de praia feminino. Desde que o esporte foi introduzido nos Jogos, em 1996 (Atlanta), as brasileiras dominam a modalidade ao lado das norte-americanas. O País, no entanto, ainda pode subir ao pódio, já que Renata e Talita disputarão a medalha de bronze. As norte-americanas, atuais campeãs olímpicas, são as algozes do Brasil em Pequim. Antes de derrotar Renata e Talita, a dupla havia passado por Ana Paula e Larissa nas quartas-de-final com tranqüilidade - venceram por 2 sets a 0. Para se ter uma idéia da superioridade, Renata e Talita sofreram a quinta derrota para Walsh e May em cinco jogos. O grande destaque da partida desta terça-feira foi Walsh. A norte-americano mostrou excelente forma física com jogadas sensacionais próximas à rede. Quando Renata e Talita tentaram cravar a bola na quadra norte-americana, Walsh também mostrou grande poder de defesa. Já o Brasil errou mais da metade de seus ataques. Walsh e May, que completaram 107 jogos de invencibilidade, são as grandes favoritas ao ouro. Elas enfrentarão na decisão as chinesas Tian Jia e Wang Jie, que superaram as compatriotas Xue e Zhang por 2 sets a 1 (22/24, 29/27 e 15/8). (Atualizada às 2h35 para acréscimo de informações)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.