Brasileiros são eliminados e ficam sem vaga olímpica na luta após seletiva

O Brasil não conseguiu ampliar sua lista de classificados para a disputa da luta nos Jogos do Rio, este ano. Na última seletiva internacional, disputada este fim de semana em Istambul, na Turquia, dez atletas do País entraram em ação na busca pela vaga, mas todos acabaram eliminados precocemente.

Estadão Conteúdo

08 de maio de 2016 | 13h38

Neste domingo, Filipe Esteves (-57kg), Lincoln Messias (-65kg), Adrian Jaoude (-86kg) e Paulo Victor Santos (-97kg) fracassaram. Antes, Diego Romanelli (-59kg), Ângelo Moreira (-75kg), Ronisson Brandão (-85kg), Davi Albino (-98kg), além das mulheres Giulia Penalber e Susana Santos, já haviam perdido a chance de chegar aos Jogos.

Com isso, o Brasil tem cinco vagas garantidas na luta para o Rio-2016. No feminino, o País terá Joice Silva (-58kg), Laís Nunes (-63kg), Gilda Oliveira (-69kg) e Aline Silva (-75kg) na Olimpíada.

No masculino, a única vaga garantida é na categoria até 130kg na luta greco-romana. Antoine Jaoude foi quem conseguiu a classificação, a partir do Pré-Olímpico Pan-Americano, mas o titular da categoria é Eduard Soghomonyan, armênio que ainda depende do Itamaraty para concluir sua naturalização.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos OlímpicosOlimpíadaRIo 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.