Britânico Paul Goodison fica com o ouro na classe Laser

O britânico Paul Goodison garantiu oterceiro ouro para seu país na vela olímpica ao se recuperar deseu desapontamento em Atenas-2004 e conquistar o título daclasse Laser. O velejador de 30 anos chegou a considerar abandonar oesporte, tamanha sua decepção por chegar em quarto há quatroanos. O esloveno Vasilij Zbogar, bronze em Atenas, melhorou umaposição e ficou com a prata, e o italiano Diego Romero levou obronze. Goodison e Zbogar deixaram seus barcos e trocaram um forteabraço dentro d'água depois da chegada. Depois a dupla posoupara os fotógrafos no barco de Zbogar, antes de velejarem devolta para a marina. Goodison detinha uma boa vantagem sobre o concorrente maispróximo, Rasmus Myrgren, depois de nove regatas na sérieaberta.O sueco precisava vencer a regata da medalha e Goodison nãopoderia ir além do décimo lugar para tirar o ouro do britânico,mas ele foi eliminado do pódio por Goodison, que usou táticasde bloqueio, relegando Myrgren para o fim da flotilha. Goodison começou a disputa devagar, terminando em 15o naprimeira e terceira regatas, antes de embalar, assim como elefez no evento-teste da vela, em Qingdao, no ano passado. A Grã-Bretanha também conquistou o ouro nas classes Finn eYngling, e a prata no 470 masculino O brasileiro Bruno Fontes não participou da regata damedalha, reservada aos 10 velejadores melhores colocados. O medalhista de ouro em Atenas, Robert Scheidt, do Brasil,compete em Pequim na classe Star. Na classe Laser Radial, a norte-americana Anna Tunnicliffeficou com o ouro, confirmando seu status de número 1 do mundo.A lituana Gintare Volungeviciute levou a prata, e o bronzeficou com a chinesa Xu Lijia. A Laser Radial é disputada pela primeira vez em Olimpíadas,no lugar da dinghy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.