Divulgação
Divulgação

Câmara Municipal do Rio suspende CPI dos Jogos Olímpicos

Trabalhos da comissão só vão prosseguir após decisão da Justiça

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2016 | 19h51

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Jogos Olímpicos, criada para investigar os contratos da Prefeitura do Rio nas obras dos Jogos do Rio-2016, foi suspensa pela Câmara Municipal no fim da tarde desta terça-feira. Por 25 votos a 4, os parlamentares aprovaram requerimento do vereador Jimmy Pereira (PRTB), que questionou a manutenção da CPI enquanto a composição da comissão está sendo questionada na Justiça.

A CPI foi instalada em 3 de maio e, dos cinco vereadores que a compõem, quatro são do PMDB, partido do prefeito Eduardo Paes. O único oposicionista é Jefferson Moura (Rede), que propôs a comissão.

A CPI é alvo de ação judicial movida pela vereadora Teresa Bergher (PSDB), que questiona uma comissão de maioria governista. A ação tramita na 7.ª Vara de Fazenda Pública do Rio e os trabalhos vinham sendo realizados graças a uma liminar.

Agora, a CPI está definitivamente suspensa por ordem do plenário da Câmara. Os vereadores aprovaram o requerimento de Pereira, e, assim, os trabalhos da comissão só deverão prosseguir após decisão da Justiça.

A decisão da Câmara desagradou Teresa Bergher que, apesar de ter acionado a Justiça questionando a CPI, queria a manutenção das investigações. "Há uma decisão judicial para que a CPI prossiga com o seu trabalho. Este requerimento do Jimmy Pereira é uma nítida desobediência judicial. Vou recorrer ao Tribunal de Justiça", afirmou Bergher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.